Já mudámos a vida de muitas famílias. Agora podemos mudar a sua também.

30 de junho de 2014

10 dicas para se sentir mais feliz em sua casa

As nossas casas são uma extensão de quem somos: o que fazemos entre quatro paredes molda o nosso humor, afeta a nossa produtividade, e influencia a nossa visão da vida. Estudos científicos têm demonstrado que os minúsculos hábitos e rotinas que constituem nossas vidas diárias podem ter um impacto sobre a nossa felicidade, e isso definitivamente influencia a nossa perspectiva da vida. 

É incrível como alguns ajustes dos nossos hábitos quotidianos se podem tornar um catalisador para a mudança significativa e positiva. 

Deixamos-lhe algumas coisas simples que pode fazer todos os dias para se sentir mais feliz em casa.

1. Faça a sua cama


Num post anterior já explicámos muitos dos benefícios de fazer a cama.


2. Torne todas as divisões da casa "prontas" para habitar



Tente deixar antes de sair de cada divisão tudo minimamente arrumado. Uma rotina de 3 minutos por divisão, todos os dias deverá chegar.É um facto conhecido: o caos provoca stress; a ordem induz a calma.

3. Faça da sua casa uma galeria de memórias positivas


As experiências (e as memórias dessas vivências) fazem-nos mais felizes do que as coisas materiais. As vivências proporcionam um ciclo de prazer: o planeamento, a ansiedade por realizar, o aproveitar ao máximo toda a experiência e, depois poder relembrar-se, quando quiser em cada canto da sua casa (com fotografias e outros itens com valor sentimental para si).

4. Crie um diário de gratidão.


Antes de dormir, anote uma memória feliz do seu dia. A reflexão é uma parte importante da felicidade, e fazer uma pausa para refletir sobre um evento positivo de cada dia cultiva a gratidão. 

5. Saboreie cada tarefa doméstica com prazer
Ao invés de se focar no trabalho que lavar a loiça lhe pode dar, foque-se na temperatura da água, na massagem calmante que pode receber nas mãos, e ponha uma playlist a seu gosto a tocar durante a labuta doméstica.

6. Antes de se levantar todas as manhãs, defina uma intenção para o dia.


Definir uma intenção diariamente pode fazer uma diferença enorme. A sua intenção diária poderá ser algo como "vou ser produtivo" ou "vou desfrutar dos momentos deliciosos de hoje" ou pode ainda ser algo mais específico, como "vou agradecer aos meus entes queridos hoje." 

7. Dê sem esperar nada em troca.
Fazer pequenos favores às pessoas com quem vive ajuda-o a materializar o amor que sente por eles. A capacidade de cultivar relacionamentos fortes e saudáveis ​​é um dos maiores factores para a saúde e felicidade.

8. Cultive experiências em casa
Organize ciclos de cinema, leitura, jantares temáticos ou noites de jogos. Invista tempo nos seus amigos e família, e não se esqueça de tirar fotografias para a sua galeria de memória positivas.

9. Faça um convite por dia
A sua casa é o seu espaço. Aproveite todos os dias para convidar alguém que gosta e partilhar um chá, um biscoito, uma conversa.

10. Crie um espaço de reflexão 


A sua casa é também um espaço de recolhimento. Crie uma zona de reflexão, em que poderá conectar-se consigo próprio/a e com a sua espiritualidade. Acenda velas, tome um banho de imersão, e selecione música apropriada. 
Reactions:

7 comentários:

  1. Olá boa tarde, tenho uma ideia que talvez vos passa interessar. Que tal criarem um blog (ou uma página) de ajuda e apoio online? As pessoas expunham as suas dúvidas de como fazer isto ou aquilo ou resolver este ou aquele problema e o querido aconselhava. Também podiam enviar fotos do que gostariam de transformar e o querido publicaria um projeto online com uma sugestão, etc. ...podiam fazer concursos para as pessoas que seguiram os vossos conselhos e executaram a melhor transformação de acordo com a vossa orientação, etc. Acho que seria muito útil para muita gente e mais uma forma de expor os patrocinadores.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isso é giro de facto, mas tem noção do trabalho que dá fazer projectos? Imagine que é cozinheira, fazia comida só para os outros provarem mas nunca ganhava nada com isso. Acharia justo? O tempo em que perdemos a ajudar os outros com o nosso trabalho, deixamos de fazer o que realmente nos compensa (e não estou a falar em voluntariado). É bom ajudar, mas ajudas não pagam dívidas.

      Eliminar
  2. Excelente ideia, principalmente para que não consegue ser seleccionado para o programa.
    Dava pelo menos para dar umas ideias para fazer as tais alterações.

    ResponderEliminar
  3. Espero que a ideia seja concretizada..... por favor!!!!!!!

    ResponderEliminar