Já mudámos a vida de muitas famílias. Agora podemos mudar a sua também.

9 de abril de 2012

Almofadas.

Se pretende mudar a sua decoração de um modo fácil, acessível e vibrante, o mais simples é fazê-lo com almofadas. As almofadas são uma maneira barata de criar impacto e diferença no seu quarto, na sua sala, ou num jardim - e porque não criam um compromisso com os móveis ou com a iluminação,  não precisa de recear mudá-las frequentemente. Na verdade, vai ver que até vai querer mudar mais vezes!



Em diferentes formas e tamanhos, existem diversas almofadas para renovar um ambiente, basta organizá-las de forma diferente, trocar suas fronhas e pronto: terá uma decoração totalmente diferenciada. Saiba como fazer isso bem, utilizando somente almofadas.


1.      Para decorações clássicas, que necessitam de simetria e formalidade o tamanho deve ser adequado a peça e o número par de almofadas é o ideal. Já nas cores pode abusar de florais, adamascados, cornucópias, axadrezados, listados e monogramas…Use combinações de cores e texturas (veludo, seda..), formas e tamanhos desde que o número seja par.


2.      Caso o ambiente seja mais despojado, então a decoração das almofadas deverá refletir nele: grandes e expostas em números ímpar (duas em um lado do sofá e uma no outro) para criar o efeito ‘descontraído’. Este estilo define-se pela diversidade e excentricidade onde, provavelmente nada combinará. Quanto as almofadas pode perfeitamente escolher um grupo de 5 totalmente diferentes em termos de texturas e tamanhos, porém sugira algo como elo de ligação.


3.      É verão? Opte por tons mais claros e tecidos frescos. No inverno volte aos tons mais escuros e tecidos quentes e aconchegantes.


4.      Combinar a almofada com cores de objetos ou base é coisa antiga, opte por tons complementares e que estejam presentes no restante do ambiente.


5.       Uma nova cor de parede? Faça um test drive primeiramente, coloque uma almofada de cor semelhante a desejada e veja por quanto tempo gostará dele.


Seguem alguns exemplos.

















Reactions:

0 commentários:

Enviar um comentário